Passeio serrano

A flor floresce
O insecto urge
O pasto cresce
O bovino muge
A árvore cortiça
A ave aninha
O vento atiça
O pinhão pinha

A água corrente
A pedra escalda
O cágado contente
O caminho balda

O caracol lento
O tempo ... tempo

O jumento passa
A serra esgueira
O jumento caça
Bala traiçoeira
Animal ferido
Vida morta
Pena torta
O poema ... perdido


0 comentários:

Enviar um comentário

Olá... estou-te a ver! Podes falar mal ou falar bem mas com juizinho sff! Beijinho e/ou Abraço

Escrito de Fresco porquê?

Há quem me tome por incontinente verbal mas a verdade é que a minha língua não tem débito suficiente para o turbilhão de pensamentos que me assolam a mente a todo o momento. Alguns engraçados, outros desgraçados, mas vários merecedores desta lapidação digital para a posteridade e, quem sabe, para a eternidade. Os escritos aqui presentes surgiram do nada e significam aquilo que quiseres. Não os escrevi para mim mas sim para ti. Enjoy
Ocorreu um erro neste dispositivo

Seguidores